Buscar
  • Escola São José

Crianças passam, pelo menos, 50% do tempo nas telas durante quarentena, sugere estudo

Aparelhos eletrônicos se transformam em soluções mais fáceis para conciliar o fato de os pequenos não poderem sair de casa e estarem ociosos, com pais trabalhando em home office


Com as escolas fechadas e os pais de home office, as famílias vivem um momento atípico devido à pandemia de coronavírus. Neste cenário, com frequência, os adultos cedem e apelam para soluções fáceis, como flexibilizar o uso de telas. Em muitas casas, o que antes era uma restrição acabou virando um jeito simples de deixar os pequenos entretidos e silenciosos, para não atrapalhar as tarefas e reuniões dos adultos.

Um estudo realizado por uma companhia de tecnologia infantil, SuperAwesome, concluiu que crianças de 6 a 12 anos, nos EUA, estão passando ao menos 50% do seu tempo mexendo em telas diariamente durante a quarentena do novo vírus. A discussão sobre o tempo de utilização de celulares, tablets, computadores e TVs já existia, mas, agora, estes aparelhos estão ainda mais presentes no dia a dia. O debate sobre o uso dos aparelhos eletrônicos pelas crianças sempre esteve presente entre pais, educadores e profissionais da saúde. Segundo a pediatra Flávia Nassif, do pronto-socorro e da enfermaria do Hospital Sírio Libanês, a utilização pode ser um bloqueio no desenvolvimento dos pequenos. Quando usados de forma excessiva, os dispositivos podem: afetar o sono, por causa da luminosidade que interfere na produção da melatonina; atrapalhar na alimentação adequada; prejudicar a audição, provocar dor nas costas e no ombro - pela permanência em uma mesma posição durante muito tempo; e gerar distúrbios visuais. Além de diminuir a socialização e aumentar a obesidade e o sedentarismo, pois as atividades físicas ficam em segundo plano. A situação que vivemos agora, porém, é inédita e muda todas as nossas perspectivas, inclusive sobre a tecnologia. As famílias, de repente, precisaram encontrar uma nova forma de viver, conciliando a educação em casa, com o trabalho e os cuidados com as crianças em tempo integral. Como alternativas, diversifique as atividades. Tente planejar dias para colorir, pintar, cantar, produzir e criar projetos para montar bonecos de massinha. Aproveite este momento para usar a sua imaginação e a do seu filho. Em dias mais difíceis, em que os adultos tenham muitos compromissos, dá para pedir às crianças que ajudem em pequenas tarefas, como o preparo das refeições, arrumar a cama, dobrar roupas... Do jeito deles, é claro, e de acordo com a idade. Não é necessário cortar totalmente os dispositivos da rotina, mas utilize a tecnologia ao seu favor. Intercale filmes educativos com atividades lúdicas e brincadeiras. Você pode colocar um pouco de tela e ter uma presença de qualidade em vários momentos do dia.



Fonte: Crescer

7 visualizações

Contate-nos: (51) 3482.1267 - (51) 3482.1153   /   direcao@fbsaojose.com.br   /   Rua Cel. Araújo Ribeiro, 480, Barra do Ribeiro - RS

  • Facebook
  • Instagram
login-brasil - Cinza.png

Copyright © 2019 Escola Fundamental São José. Todos os direitos reservados.